Girarrosto


Já faz algum tempo que queria conhecer o restaurante que Paulo Barros (proprietário do Italy, Jelly Bread e Kaá) abriu em sociedade com Paulo Kress (do General Prime Burguer e Kaá) sob comando do chef Loi (ex-Fasano). Com um investimento de R$10 milhões e dois anos de reforma, o restaurante ocupa o endereço do antigo Pandoro e tem mais de 1000 metros quadrados e capacidade para 280 pessoas. Eu diria que lá, tudo é "muito". 
Salão dos fundos com vista para girarrosto, salão lateral e sala espera da entrada
"Muito" grande, muito garçom, muita opção no cardápio, muuuuita gente e o principal - muuuuuito barulho. Confesso que me senti em uma festa de casamento (daquelas com muita gente) com música ao vivo (não, o lugar não tem música ao vivo), mas se não bastasse o barulho das pessoas que lotam o restaurante, há uma música ambiente que compete com o barulho do salão. O resultado: mal dá para ouvir a pessoa que está sentada ao seu lado na sua mesa - eu fiquei rouca no final do jantar.
Vista para girarrosto
Composto por 3 salões: o da entrada com mesas de espera e estilo que remete o antigo Pandoro com uma vitrine com pães artesanais e antepastos, salão lateral com muitas mesas e salão nos fundos ajardinado e um pouco mais reservado com vista para o girarrosto  - forno a lenha giratório italiano que cozinha carnes em baixa temperatura por um longo período.
Caipirinhas e pratos principais
A comida por outro lado é DELICIOSA. Eu diria, um sucesso! Começamos com uma caipirinha (de caju amigo e outra de uvas) e prato principal: girarrosto de frango ao leite com tagliatelli (frango perfeito, super saboroso e massa no ponto - de salivar só de pensar neste prato), peixe do dia com risoto e limão e outro girarrosto de procheta com legumes cozidos. Todos os pratos super elogiados. Haviam outras opções (muitas) no cardápio como massas, carnes, risotos, pizza e grelhados no girarrosto. No almoço há opção de menu executivo por R$65 com couvert, entrada, prato principal e uma taça de vinho.
Terminamos com uma mousse de gianduia, creme de chocolate com laranja e sorvete e um tiramissu. O café acompanha madeleines e outros docinhos.

Não sei se o almoço é mais tranquilo, mas pela grandiosidade do lugar, parece que vive lotado. Dá lombrigas de voltar pois a comida é sensacional, mas sinceramente... preguiça pelo ambiente extremamente barulhento. Uma pena, pois com tanto investimento, uma acústica adequada seria perfeito! Ou um simples ajuste na música ambiente já ajudaria.... e muito!

Onde: Girarrosto
Endereço: Avenida Cidade Jardim, 56, São Paulo

by chica K

Nenhum comentário:

Postar um comentário